banner_topo_alimentacao

Rede_Comércio_Justo_encontro_grupos_3_editadaENTRELAÇANDO COMUNIDADES

Como nasceu a Rede de Comércio Justo e Solidário?

Desde sua criação, em 2000, a FLD apoia, via o Fundo de Projetos, iniciativas comunitárias de geração de trabalho e renda e de grupos de economia solidária. Uma das maiores identificadas e citadas pelos grupos sempre foi a comercialização. Assim, surgiu o sonho e a ideia – “juntar”, de um lado, empreendimentos da Economia Solidária, parceiros da FLD e, de outro, comunidades luteranas da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (IECLB) que, através da compra de produtos, estarão exercendo a solidariedade.

Mas não só isto. A proposta quer promover alternativas e outra forma de consumo, mais consciente e responsável, aproximando consumidores de empreendimentos que produzem de forma associativa. Formação é outro item previsto pelo projeto. Além de potencializar processos educativos e de sensibilização para o consumo e adoção de hábitos sustentáveis, a FLD, a partir do projeto da rede, está programando atividades de formação com os grupos de geração de trabalho e renda, para a qualificação da gestão, produção e comercialização, entre outros.

A rede conta com o apoio da Igreja Evangélica Luterana na América (sigla em inglês ELCA) e do Sínodo Nordeste Gaúcho da IECLB – seu Slançamento ocorreu no Dia da Igreja do sínodo, que também destinou oferta sinodal para o projeto.